Dormir com o pet faz mal?

É bastante comum, durante os primeiros dias do cachorro em casa, pensar que dormir com o pet faz mal e que ele, automaticamente, não poderá descansar na sua cama, nem mesmo passar as noites dentro do seu quarto. Acertamos?

Pois bem, essa ideia é muito mais normal do que você possa imaginar; tão normal quanto a dificuldade de resistir ao choro do pet e aquela famosa carinha de “pidão”. E o que acontece? Você cede e finalmente deixa que ele suba na sua cama e fique a noite inteira. Isso vai se repetindo e, quando você percebe, a cama é mais do seu bichinho do que sua.

Se você se identificou com essa história, fique tranquilo, pois você não está sozinho. Muitos são os tutores de pet que não resistem à tentação de dormir bem pertinho do melhor amigo. Porém, resta saber se dormir com o animal de estimação faz mal.

E aí, é errado dormir com o cachorro?

Pode respirar aliviado porque, para aqueles que amam dormir abraçadinhos ao pet, a resposta é que não há nem errado nem certo nesse sentido. A verdade é que existem hábitos em cada família: há quem adora dormir com o pet e aqueles que não curtem tanto.

Logo, se você e seu pet estão em comum acordo e gostam, não tem razão para acabar com esse hábito tão benéfico para o vínculo entre dono e cachorro. Isso, é claro, desde que sejam tomados alguns cuidados.

Cuidados com o pet na hora de dormir

Ao dormir com o pet, a gente acaba ficando bem próximo dele a maior parte do tempo, o que é ótimo do ponto de vista afetivo. Porém, do ponto de vista da saúde física, é muito importante tomar alguns cuidados a fim de prevenir o surgimento de doenças.

Mantenha a tosa higiênica do cachorro sempre em dia:

Os pets que dormem com seus tutores devem estar sempre muito limpinhos. Por isso, leve-os para banhos semanais ou, no máximo, quinzenais dependendo muito da pelagem.

Siga à risca o calendário de vacinação e de vermifugação do seu animalzinho:

Embora isso valha para qualquer tipo de pet, ele dormindo ou não com você, sempre vale a pena reforçar. Pelo menos uma vez ao ano leve o seu pet para um check-up geral em um veterinário de sua confiança e não deixe de fazer exames de sangue e fezes.

Se mesmo seguindo todas essas dicas que acabamos de dar, você perceber que acorda espirrando, tossindo ou com algum sinal de mal-estar, o melhor a se fazer é procurar um médico, pois há chances de você ser alérgico.

Quais os principais riscos de dormir com o pet

De modo geral, dormir com o pet na sua cama é bastante seguro. Porém, existem algumas situações em que a prática não é muito recomendada ou exige uma atenção especial da sua parte.

Pets muito pequenos, por exemplo, com tutores de sono pesado correm o risco de ficar por baixo deles por descuido; camas muito altas para aqueles cachorros que costumam se mexer muito durante a noite, são um risco de queda e lesões. Então, nesses casos não é indicado dormir com o pet.

Como fazer o cachorro dormir na caminha?

O primeiro passo para desacostumar o pet a dormir na sua cama é garantir um lugar confortável para ele, como uma caminha. Depois, é preciso educá-lo a não subir nunca na sua cama e você precisa se manter firme nessa decisão.

E aí, você é do time daqueles que gostam ou não gostam de dormir com o pet? Independentemente da resposta, nós temos uma linha de caminhas incríveis e superestilosas para o seu cão. Assim, ambos poderão ter noites tranquilas e bastante confortáveis.