Principais doenças dos pássaros

Nem todas as enfermidades que atingem os pets são facilmente identificadas pelos tutores e algumas delas podem evoluir de forma silenciosa, sem qualquer sintoma. No caso das aves é preciso levá-las de forma constante no veterinário, em especial se apresentarem qualquer sinal diferente no comportamento e na saúde, para evitar as doenças dos pássaros.

Doença de Newcastle

Altamente contagiosa, afeta aves em qualquer idade. O vírus pode pode afetar e causar lesões no sistema digestivo, respiratório e nervoso, causando alta mortalidade. Aves com a doença de Newcastle na forma respiratória reduzem o consumo de alimentos e apresentam espirros, dificuldade em respirar, conjuntivite e, às vezes, inchaço da cabeça.

Na forma digestiva a doença pode provocar diarreia com presença de sangue e mortes repentinas sem nenhum sinal e as lesões se concentram no sistema digestivo caracterizando-se, principalmente, por úlceras e hemorragias. Na forma nervosa, que pode ou não estar associada à forma respiratória, observa-se a paralisia de pernas e asas, incoordenação, torcicolo e opistótomo.

As melhores maneiras de controle consistem na VACINAÇÃO, isolamento dos casos e higiene impecável. O vírus da Newcastle pode provocar conjuntivite no ser humano, portanto cuidado ao manusear aves suspeitas, doentes ou vacinas.

Bouba aviária

Também conhecida por epitelioma contagioso, varíola das aves, difteria, “caroço”, “pipoca”e “bexiga”, afeta todas as aves e em qualquer idade, ocorrendo com maior freqüência no verão devido à proliferação de mosquitos que disseminam o vírus de local para local, picando e sugando as aves. Quando a bouba infecta a pele, aparecem os nódulos nas regiões desprovidas de penas (crista, barbelas, em volta do bico e dos olhos).

Quando afeta a garganta (forma diftérica), há formação de placas que podem se alastrar causando dificuldades para respirar, perda de apetite, prostração e mortalidade elevada. Também o melhor controle se faz com a VACINA, que pode ser aplicada logo ao nascer.

Doença de Marek

É uma neoplasia de origem viral que afeta aves jovens, caracterizando-se pela presença de tumores que podem ser encontrados nas vísceras das aves (Marek visceral), no sistema nervoso central e periférico (Marek neural), na pele (Marek cutânea) e no globo ocular (Marek ocular). Tornando-a uma das principais doenças dos pássaros. Os sintomas de quase todas as formas levam a ave à prostração, paralisia e morte elevada. A vacina também pode ser dada com 1 dia de nascidos.

Leucose linfóide

Assemelhada à doença de Marek, apresenta tumores internos de tamanhos variados e cor esbranquiçada, afetando aves adultas e com baixa mortalidade. É uma doença não contagiosa, de característica genética, devendo o indivíduo portador ser eliminado como reprodutor.

Encefalomielite aviária

Afeta e infecta aves adultas e jovens, mas somente as jovens, até 8 semanas de idade, desenvolvem a doença que é caracterizada por tremores e paralisia do pescoço e cabeça. Nas aves em produção há queda brusca de postura.

Fonte: acercsp.org

Conheça os alimentos para pássaros Baw Waw