Pets e os tipos de coronavírus: o que você precisa saber

Recentemente circularam pelas redes sociais uma notícia falsa sobre a eficácia das vacinas usadas em cães no combate do novo Coronavírus. Então, preparamos este blog para que você entenda as diferenças básicas entre os diversos tipos de vírus e a sua relação com os pets.

O que é o Coronavírus?

O Ministério da Saúde define o vírus da seguinte forma:
“Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China. Provoca a doença chamada de coronavírus (COVID-19).”

Um genoma específico para humanos

Partindo desta definição, entendemos que o vírus possui muitas variações, mas o tipo que gerou a pandemia é da espécie SARS-CoV 2, específico para humanos. O Conselho Federal de Medicina Veterinária esclareceu em seus canais de comunicação que cães e gatos podem ter o vírus, porém, cada espécie de vírus possui receptores exclusivos para cada espécie animal.

Por que tanta preocupação com o Covid-19 nos pets?

Como já mencionamos em outros blogs, não há provas de que os cachorros possam transmitir o vírus aos humanos. Mas a preocupação dos órgãos competentes é impedir que cães e gatos possam carrear o vírus. Suponha a seguinte situação preocupante de uma pessoa infectada espirrar perto do seu animal de estimação e esse vírus se espalhar por sua casa e familiares por ter caído sobre os pelos dele. Mesmo que o Covid-19 não afete o animal, pode ser disseminado involuntariamente.

O Coronavírus canino (CCoV)

Esse tipo de vírus causa nos cães um problema gastrointestinal, provocando diarreias e vômitos. O contágio acontece quando o cachorro tem contato oral com as fezes de um cão contaminado. No entanto, você pode ficar tranquilo se as vacinas do seu pet estão em dia. As vacinas V-8 e V-10 imunizam o cão, mas jamais devem ser aplicadas em humanos, podendo ocasionar sérios efeitos colaterais.

O Coronavírus felino (FCoV)

Diferente do vírus canino, o FCoV não tem vacina e, infelizmente, chega a ser muito comum em gatos de rua. Ele causa uma doença chamada Peritonite Infecciosa Felina, a PIF. O principal sinal clínico desse problema é o acúmulo de líquido no peritônio (membrana que envolve os órgãos abdominais).

Fizemos um resumo para simplificar:

  • O Coronavírus CCoV é específico de cães e causa a gastroenterite.
  • O Coronavírus FCoV é específico de gatos e causa Peritonite Infecciosa Felina.
  • O Coronavírus SARS-CoV 2 é específico de humanos e causa o Covid-19.

Compartilhe este blog, compartilhe informações verdadeiras para que possamos superar o mais rápido possível este vírus.

Fontes:

Ministério da Saúde:
https://coronavirus.saude.gov.br/

Conselho Federal de Medicina Veterinária:
http://portal.cfmv.gov.br/noticia/index/id/6456/secao/6