Poodle: conheça as características dessa raça tão popular

Os cachorros são, sem dúvidas, a paixão de muitas pessoas, estando presentes na maioria dos lares. No Brasil, especificamente, esses companheiros de quatro patas são marcas registradas em muitas famílias. Algumas raças se destacam entre as outras, como o poodle, que está entre os cães favoritos das pessoas.

Logo ao olhar para um deles, você já entende sua popularidade. Afinal, uma aparência fofa e agradável combina perfeitamente com seu temperamento e animação. Características que facilmente encantam as pessoas a sua volta e transmitem a vontade de ter um amigo desse ao seu lado.

Essa raça tem diversas peculiaridades que a tornam única entre as demais. Por isso, veja a seguir um pouco mais sobre a sua história, características físicas e entenda como cuidar e tratar desse pequeno animal corretamente, sem muitas complicações. Acompanhe!

Qual a história e origem da raça poodle?

A origem dessa raça, ao mesmo tempo em que tem uma história simples, pode ser confusa. Isso porque muitos pesquisadores têm divergências na hora de concordar com seu país de origem. Essa contradição se dá pela proximidade do período histórico em que ele surgiu, tanto na França quanto na Alemanha.

Em ambas as situações, a raça tinha como característica principal a sua afinidade com a água. Isso fez com que na França antiga o poodle fosse chamado de “caniche” ou “cão caçador de águas aquáticas”. Mas apesar disso, seu nome atual se deriva da palavra alemã “pfudel” cuja tradução para o português tem o significado de “poça”.

Mas assim como em muitas raças, os cachorros que conhecemos hoje são cruzamentos de inúmeros antepassados, tornando sua origem real muito mais antiga do que imaginamos, datando de centenas de anos atrás, na Ásia Central. Dessa forma, a raça poodle foi oficializada em 1936 pela FCI (Federação Cinológica Internacional).

Quais são as suas características?

O poodle é resultado de uma combinação perfeita, podendo-se dizer que ele está completo, pois tem uma variedade enorme de características físicas e comportamentais. Para quem está à procura de um pet dessa raça para ter como amigo, mas está preocupado com seu tamanho, não há motivos para isso.

Basicamente, existem três tamanhos para um poodle. O standard, que representa os poodles de porte grande e médio, pode variar entre 35 e 60 centímetros de altura. Já o anão, que também é conhecido como mini, alcança de 28 a 35 centímetros de altura. E o poodle toy, o menor de todos, tem seus pequenos 25 centímetros.

Além de seu tamanho, eles também contam com uma grande diversidade de cores. Entre elas estão branco, cinza, vermelho, alaranjado e marrom. Todos com seus característicos pelos ondulados, que facilmente são confundidos com lã.

Sua esperteza é de fazer inveja, uma vez que ele é classificado como a segunda raça mais inteligente. Isso faz com que consiga distinguir facilmente as situações, tornando-o um cachorro obediente, leal e muito brincalhão.

Quais os principais cuidados que os poodles exigem?

Quando pensamos em adotar ou comprar um cachorro, a princípio, achamos um sonho e que será uma vida apenas de brincadeiras e amor — o que não deixa de ser verdade. Mas com esse grande sentimento, há também muitas responsabilidades.

Ao cuidar de um animal, estamos tratando de uma vida, e isso não é um processo extremamente fácil de fazer. No caso do poodle, ele exige uma série de cuidados muito específicos, que necessitam ser tomados para manter o bem-estar do animal.

Por isso, veja a seguir um pouco sobre como tratar corretamente essa raça para que não haja erro tanto com o seu pelo quanto com a saúde do cão.

Escovação do pelo

O pelo desse cachorro é relativamente difícil de cuidar. Isso porque o poodle tem uma pelagem muito densa, formada por grandes cachos e emaranhados de fios. Dessa forma, o animal necessita de uma boa escovação sempre que for possível, pois além de manter uma boa aparência, evita a formação de nós.

Para quem gosta e pretende manter o pelo maior do que o normal, optando por uma pelagem mais longa, a escovação se torna mais do que obrigatória, sendo necessário realizá-la frequentemente.

Limpeza dos dentes

Assim como os humanos, os animais também precisam de um grande cuidado com sua higiene bucal. Não pense que eles não necessitam de um bom tratamento dentário.

O recomendado é que você escove os dentes pelo menos uma vez ao mês, pois a falta de escovação pode formar tártaros e com a presença de bactérias o poodle estará exposto a possíveis doenças que se iniciam na boca e se espalham pelo corpo.

Corte das unhas

Um animal com unha grande prejudica a todos. Além de causar potenciais arranhões e machucados a quem interage com ele, seja na brincadeira, seja no ataque, elas também podem prejudicar o cachorro. Uma unha grande pode quebrar facilmente e causar machucados à pata.

O ideal é cortá-las quinzenalmente e, de preferência, fazer isso com um profissional, pois o corte errado pode atingir vasos sanguíneos dentro da unha e causar graves ferimentos.

Tosa dos pelos

Apesar de a maioria dos donos preferirem que o poodle tenha um pelo grande para esbanjar seus belos cachos compridos, a tosa pode vir a ser um caminho sem muita escolha. Muitas vezes, se o animal acumulou uma grande quantidade de nós pelo seu corpo, se torna inviável os desembolar, tornando a tosa obrigatória.

Geralmente, ela é acompanhada pelo banho, e se for sua intenção deixar o pelo baixo, recomenda-se a sua manutenção a cada 15 dias. E claro, todo o processo deve ser feito em um pet shop.

Por serem extremamente inteligentes, os poodles conseguem se adaptar muito bem ao ambiente em que vivem, transformando suas experiências em ações. Ou seja, eles poderão ser o melhor companheiro do mundo, os mais alegres e brincalhões.

Conseguir sua confiança não será uma tarefa difícil, e ao atingir essa expectativa, poderá ter certeza de que será extremamente recompensado pelo poodle. Afinal, ele é um parceiro com um temperamento bom, leal e companheiro.

Gostou do nosso conteúdo? Então, assine a nossa newsletter e receba tudo sobre seu pet em primeira mão.