Como escolher a coleira ideal para o seu cachorro

Escolher a coleira de cachorro parece ser uma das tarefas mais simples e legais dentre tantas que são necessárias com um pet, não é mesmo? Mas a verdade é que nem tudo não são flores, uma vez que o mercado pet proporciona uma grande variedade de opções que podem confundir e muito a sua cabeça.

Ainda que confusa, a diversidade é muito importante para cobrir todas as possíveis necessidades de cada tipo de cachorro de acordo com a sua personalidade, tamanho, peso e anatomia. Então, foi pensando nisso que criamos este artigo com algumas explicações sobre cada tipo de coleira para tornar sua decisão mais fácil e evitar que você jogue dinheiro fora.

Tipos de coleira: qual é a ideal para o seu dog?

Você deve estar se perguntando: compro a coleira tradicional ou a peitoral? Ela deve ser retrátil? E aquelas coleiras antipulgas, será que funcionam?

Coleira tradicional

Essa é a coleira de cachorro mais popular. É indicada para grande parte dos cães, com exceção daqueles que possuem cabeças pequenas em relação ao resto do corpo, uma vez que a coleira pode escorregar pelo pescoço e sair facilmente do cão. Também não é indicada àqueles que são muito agitados, pois podem se enforcar com ela.

Coleira peitoral

Há alguns anos, era mais comum esse modelo ser indicado apenas para cachorros de porte pequeno. Porém, hoje a coleira peitoral é bastante utilizada nos mais diferentes tipos de cães, principalmente por excluir as chances de enforcamento ou de fuga do pet, além de ser extremamente confortável.

Coleiras retráteis

Podendo ser a tradicional ou peitoral, a coleira retrátil permite que você escolha o quão longe o seu pet ficará de você, facilitando a tarefa de mantê-lo próximo ao seu corpo ou permitir que ele explore alguma área sem que você perca o controle.

Coleiras antipulgas

Essa traz em si medicamentos e substâncias que mantêm esses pequenos parasitas longe do corpo do seu animalzinho. Ela pode, inclusive, ser colocada próximo à casinha ou às tigelas de comida, não necessariamente precisando ser mantida no pescoço do seu cão.

Coleira de cabeça

Ela fica presa ao focinho e à cabeça do cachorro. Ela é utilizada especialmente no treinamento de cachorros agitados e cuja atenção é facilmente dispersada. É importante esclarecer que as coleiras de cabeça não são focinheiras, pois, ao contrário do que acontece com a focinheira, ela permite que o cachorro beba água e se alimente normalmente, ou seja, não serve para impedir ataques ou mordidas.

Coleira de treinamento

Por fazer parte de processos de treinamento que podem desgastá-la facilmente, essa coleira de treinamento geralmente é feita com materiais laváveis e econômicos. Possuem uma extensão maior da guia, permitindo que o cachorro percorra distâncias maiores enquanto você ainda o mantém sob controle.

Para conhecer mais sobre muitos outros assuntos relacionados a cães e gatos, acesse o nosso blog e leia vários artigos incríveis que preparamos para vocês.