Meu cachorro está latindo muito, o que devo fazer?

Uma das principais maneiras do cão se comunicar é latir, seja quando estão felizes, bravos, estressados ou para chamar a atenção. No entanto, um cachorro latindo muito pode causar problemas para as pessoas que vivem na casa, incomodar os vizinhos e até mesmo trazer malefícios para o pet.

Quando o cão late ele tentar expressar sentimentos e sensações, mas em excesso é uma forma de mostrar algo o qual o dono não está entendendo. Por isso, antes de repreender é preciso acalmar o pet e entender os seus motivos.

Para os tutores que se identificam com esse cenário, este artigo é ideal, pois, além de entender sobre a importância dos motivos, vamos abordar dicas de como diminuir os latidos. Acompanhe!

A importância de entender e identificar os motivos dos latidos

Quem tem um cão sabe que o latir é uma forma natural de o animal se comunicar e expressar, e que alguns momentos conviver com esse som é algo normal. No entanto, além das características físicas, também é importante entender o comportamento do cão, principalmente quando há razões por trás dos latidos, como.

Estresse

Cães são animais de companhia, brincalhões e que gostam de se exercitar. Quando eles passam a maior parte do dia confinado ou sozinho, podem ficar estressados e latirem entediados por não ter o que fazer ou com quem brincar.

Solidão

Os cachorros são animais sociáveis que gostam de amizades e conivência. Ficar sozinho pode desencadear tristeza e fazer com que o cão comece a latir em excesso ou uivar para expressar sua solidão e achar uma companhia.

Felicidade

Quando o dono está prestes a chegar um dos sinais de felicidade e euforia é o cachorro latindo muito, principalmente quando ele escuta um barulho da chave girando na porta. Posteriormente, alguns latidos acompanhados de gestos de comportamento como pular e trazer brinquedos demonstra o prazer de reencontrar o seu tutor.

Proteção

Com extinto territorialista, os cachorros tendem a ser um fiel escudeiro do seu dono, principalmente quando percebe algo estranho do qual ele não gosta no espaço do seu domínio. Nesse caso, ele pode se expressar ficando na posição de alerta com um rosnado mais intenso e latir para avisar ou afastar o invasor.

Dor

Outro motivo que leva o cão latir é quando estão com dor. Para identificar é importante perceber os sinais físicos do animal como algum desconforto juntamente de latidos repentinos e intensos. Essa é uma maneira do cão tentar avisar o seu dono de que alguma coisa não está bem e pode estar com dor, sendo ideal encaminhar ao médico veterinário para que ele possa verificar o diagnóstico correto.

Dicas do que fazer para reduzir os latidos

Ter um cão alegra todo um ambiente, porém apesar de o latido ser uma maneira de comunicação, em alguns casos o excesso pode trazer problemas para o seu dono, principalmente para quem tem vizinhos muito próximos.

No entanto, seja qual for à causa do latido, a violência contra o animal deve ser descartada, pois existem maneiras extremamente positivas de fazer com que o latido seja reduzido. Veja seguir as principais dicas.

Impor limites ao cão

A maneira de como educar geram muitas dúvidas pelos donos, principalmente quando o cachorro latindo muito. Para não perder o controle da situação é importante impor limites ao cão a cada vez que ele latir. Uma forma de fazer isso é deixá-lo iniciar alguns latidos naturalmente sem incomodá-lo, posteriormente, de maneira firme e calma, comece a pedir para que ele pare, recompensando sempre que o cão fizer o desejado.

Proporcionar um ambiente tranquilo dentro de casa

Situações estressantes pode fazer com que o cão fique nervoso e comece a latir para diversas situações, especialmente quando seus donos saem ou recebem visitas. Nessas situações o ideal é proporcionar um ambiente mais tranquilo, pensado exclusivamente para o pet. Um quarto com cama, água, comida e alguns brinquedos pode ser um ambiente ideal. Uma música ambiente e feromônios sintéticos também podem ajudar a deixar o espaço mais confortável e menos estressante para o seu amigo.

Distrair o cachorro

Outra maneira de reduzir o latido é distrair o cachorro. Para isso, brinque com ele jogando uma bolinha ou até mesmo um osso, mudando o foco para o que estava fazendo latir. Dessa forma, ele vai ter outra distração para fazer sem perceber que parou de latir. Quando precisar sair uma boa opção são os brinquedos interativos como um petisco dentro de um objeto, assim será um desafio para ele conseguir comer.

Levar o cão para passear também é uma ótima alternativa, já que eles são animais ativos e a falta de exercícios pode fazer com que os latidos sejam frequentes. Passear faz com que o cachorro observe o mundo a sua volta e tornem mais sociáveis, pois tendem acostumar com os estímulos externos. Além disso, as caminhadas diárias fazem com que o cão libere as energias e fique mais calmo.

Não gritar

Por mais que o cachorro esteja latindo excessivamente é importante manter a calma e não gritar, pois ele não vai entender o que está querendo transmitir. Isso porque os cães têm a adição extremamente sensível e eles aprendem por observação, assim ao gritar vai deixar ele ainda mais eufórico e mostrar que o barulho na residência é permitido. Nesse caso, manter a tranquilidade é essencial, além de manter a voz firme sem aumentar o tom para que o cão relaxe e pare de latir.

Eliminar a motivação do cão

Geralmente, os cães tendem a latir quando acham algo estranho ou barulhos no mundo exterior, principalmente quando eles têm a visão para uma janela e rua, observando pessoas, animais e carros. Para que essa situação não cause problemas o é ideal eliminar a motivação, bloqueando a visão e sons externos.

Para os barulhos, manter o volume médio de um rádio ligado ou a TV pode restringir o cão ao ouvir. Já no caso das janelas e portas com vista para rua, cobrir com uma cortina ou fechar para manter o animal em uma área mais restrita e sem razões para latir.

Uma coisa é certa, nem todo latido é desnecessário. Por isso, é importante ficar atento para as mudanças de comportamento, a fim de buscar entender os motivos que está provocando o cachorro latindo muito. Caso ele ainda permaneça com esses sinais em excesso, vale a pena buscar ajuda especializada para identificar melhor e solucionar o motivo. O latido é maneira que o cão tem para expressar o que está sentindo e repreender sem entender podem trazer problemas.

Gostou das nossas dicas? Então, aproveite a visita e leia também como funciona o adestramento de cães para que você possa entender mais sobre o seu amigo. Boa leitura!