Bifinhos para cachorros, qual a importância e função deles?

É só pegar o pacote de bifinhos para cachorro ou petiscos para que os bichinhos saiam de onde estiverem para virem correndo ao nosso encontro. A verdade é que esses petiscos são verdadeiros encantos para os animais. Porém, a dúvida que ronda muitas pessoas é: será que estou dando esses agrados da forma correta? Qual o melhor momento e quantidade ideal? Os petiscos fazem mal? Há como fazer essas delícias em casa?

Nós sabemos que são muitas as dúvidas que passam na sua cabeça quando o assunto são esses bifinhos para cachorro. Então, trouxemos este artigo para ajudar você a esclarecer ponto a ponto.

Composição e Quantidade

Os petiscos, tanto para cachorros quanto para gatinhos, têm o cheiro e gosto bastante acentuados justamente para atrair os animais e fazer com que eles os queiram cada vez mais. A composição exata varia muito de marca para marca, porém, o que há de mais comum em todas é o aumento na quantidade de proteína, corante, sódio e flavorizantes (o que dá aquele famoso sabor) quando comparado com a ração. E é exatamente por esse motivo que existe uma porção máxima a ser dada por dia, que pode variar de 2 a 10 petiscos, dependendo diretamente do peso do animal.

O uso dos adestradores – recompensa positiva

Muitos adestradores ensinam os comandos básicos como sentar, dar a pata e deitar por meio da recompensa positiva, ou seja, usando petiscos.

Um estudo que explica muito bem sobre esse tipo de tipo de ensinamento é o reforço positivo. O estudo foi feito com a ajuda de ratos, e toda vez que ele acertava um desafio, ele ganhava uma recompensa. Isso ajudava a estimular o ratinho a acertar o desafio mais vezes e, então, ganhar aquela deliciosa recompensa. O termo reforço positivo não é por ser algo propriamente divertido, mas por adicionar algo quando o comportamento é executado da forma esperada e correta. Logo, tem tudo a ver com o modo de adestramento dos cães.

Qual o melhor momento de dar o petisco?

Essa é uma dúvida bastante frequente aos tutores dos bichinhos, afinal, qual realmente é o melhor momento de dar aqueles deliciosos bifinhos ao seu pet?

Algumas pessoas acabam dando o petisco em momentos errados e reforçam comportamentos indesejados, por exemplo, dar um bifinho para fazer com que o cachorro pare de latir, ou para fazer o cão parar de pedir comida. Em todos esses casos, o comportamento inadequado está sendo recompensando e só irá aumentar; isso porque o pet entenderá como se estivesse agindo corretamente, já que está ganhando uma coisa gostosa.

Ou seja, o melhor momento de dar petiscos é quando o seu pet fizer algo esperado e como forma de recompensa, com isso, aumentará a chance dele repetir o comportamento que você gosta ou quer.

A Baw Waw tem as melhores opções de bifinhos para cachorro para a alegria do seu pet.