Rações Reis

Mundo Pet

A origem das raças - Border Collie

Reconhecido por sua grande tenacidade e alegria, o Border Collie é o cão ideal para tutores que não gostam de ficar parados. Sua grande inteligência, a inata postura de proteção e a predisposição ao trabalho exigem de seu dono uma atenção especial para dar conta de tanta energia! Com certeza não é uma raça para ser criada dentro de um apartamento.  

Vamos conhecer um pouco mais sobre esse grande companheiro?

A origem do Border Collie é relativamente recente, por volta dos anos 1800, no Reino Unido. Os seus ancestrais chegaram à Escócia durante as invasões vikings e se instalaram na divisa com a Inglaterra, na região de pequenos vales chamada Border. Já se tinha registro da atividade de pastoreio dos ancestrais do Border Collie desde o século XVI. Os agricultores da região faziam as suas próprias variedades cruzando os cães para que fossem capazes de se adaptar bem às regiões montanhosas e percorrer longas distâncias. 

O resultado dessas tentativas foi um cão altamente inteligente, atento, forte e capaz de conduzir rebanhos se impondo, sem a necessidade de mordidas e latidos, como outros cães.

O nome Border Collie foi registrado pela primeira vez em 1915, porém, seu uso se popularizou depois da Primeira Guerra Mundial. Hoje, a raça é considerada a mais inteligente de todas e de maior importância e eficiência no pastoreio.

Para você que pensa ter um Border Collie, saiba que é um cão muito companheiro, alegre, inteligente, com grande instinto protetor e muito atento. Por suas características genéticas, conta com muita energia! O seu dono terá que ser muito criativo para deixá-lo entretido por bastante tempo e visto que aprende muito rápido. Se não for assim, ele dará um jeito de encontrar a sua própria diversão para não ficar entediado, o que pode resultar em muita bagunça pela frente. 

É importante trabalhar a socialização precoce do Border Collie para que não fique agressivo ou tímido com estranhos por seu instinto protetor. É importante saber também que ele é mais sensível a ruídos altos e inesperados do que outros cães, por estar sempre em alerta.

Com os devidos cuidados, essa raça mostrará grande alegria e lealdade ao seu dono.  

Foto: zryxsw.com/Google



Voltar