Cachorro comendo cocô: causas e tratamento

Ver o cachorro comendo cocô é repugnante e não conseguimos entender como o cão também não acha isso nojento. O nome para o ato de comer as próprias fezes ou de outros animais é chamado coprofagia.

Existem três motivos do por que alguns cães comem cocô:

– Pré-disposição genética: shitzu, maltês, golden retriever e labrador são raças com maior tendência.
– Causa orgânica: relacionada à digestão e absorção de nutrientes como dermes, giárdias, distúrbio gastrointestinais, síndrome da má absorção, dieta com restrição calórica e outros fatores.
– Causa comportamental: relacionado ao tédio ou a bronca quando faz necessidades em lugares inapropriados ou até mesmo para chamar a atenção dos donos.

A coprofagia é um distúrbio amplo e pode ter diversos fatores. Para alcançar uma solução é preciso paciência e persistência. Ensine o cão a fazer suas necessidades no lugar certo, sem o uso de broncas, mas de reforço positivo, como dar a ele um petisco.

Como evitar?

  • Alimente o seu pet duas vezes ou mais durante o dia (nas quantidades recomendadas para cada peso, raça e idade);
  • Ofereça alimentos de qualidade e balanceados;
  • Leve o pet ao veterinário para fazer um check-up anual;
  • Não recolha as fezes na frente do animal;
  • Mantenha sempre limpo o local onde o cão vive;
  • Coloque caminha e vasilhas de água e alimento longe do local onde o animal faz as suas necessidades;
  • Diminua a ansiedade do bicho. Quando chegar em casa, não faça muita festa para ele, espere alguns minutos após a sua chegada para ir “cumprimentá-lo”;
  • Procure não deixar o animal mais do que quatro horas seguidas sozinho;
  • Ofereça atividades diárias, como passeios;
  • Promova um bom enriquecimento ambiental;
  • Deixe brinquedos sempre à disposição e incentive a brincadeira com eles;
  • Não puna o animal quando ele fizer as necessidades no lugar errado;
  • Em caso de dúvidas, conte com o auxílio de um profissional especialista em comportamento animal.
  • Por fim, a melhor dica, que serve não só para a coprofagia mas também para a maioria dos problemas comportamentais:
  • Ofereça uma boa qualidade de vida ao animal!

Se o seu cachorro está passando por esse comportamento leve-o ao veterinário para um devido diagnóstico.