Dicas para cães que ficam sozinhos em casa

Se você é mãe ou pai de pet e precisa trabalhar deixando o bichinho em casa, sabe que isso é de partir o coração, não é mesmo? Então, neste blog reunimos dicas para cães que ficam sozinhos em casa. Assim, você não ficará tão preocupado e as horas sozinho ficarão mais agradáveis para seu animalzinho.

Para os cães é muito difícil ficar sozinhos e eles podem entrar em depressão, despertando a vontade de destruir móveis, objetos e fazer besteiras para chamar a atenção dos seus donos e ocupar o tempo.

Confira algumas dicas para ajudar o seu pet a se adaptar a uma rotina onde ele terá que ficar sozinho durante um longo período.

Dica 1 – Saia de fininho        

Evite ao máximo dizer “tchau”, falar fininho ou dar beijos… Para ele, isso significa que existe alguma situação que está fazendo você sofrer. Consequentemente, o pet fica angustiado, podendo chorar, latir e até mesmo se mutilar. Então, quando precisar sair, apenas vire as costas e saia, sem dó, sem despedidas e sem aquela famosa volta para dar uma espiadinha. Quanto mais normal parecer a situação, mais rápido e sem dramas ele se acostumará a ela.

Dica 2 – Distrai-o com brinquedos

Deixe sempre brinquedos para mastigar, bolinhas e petiscos escondidos pelo local que o dog ficará. Existem os chamados brinquedos inteligentes que fazem com que o bichinho tenha o que fazer por algum tempo. Deixe até uns três brinquedos especiais guardados, ou seja, esses brinquedos nunca ficarão à disposição dele o tempo todo. São brinquedos que você usa para brincar com ele; isso o estimula bastante e quando ele estiver bem ativo pelo objeto, você o guarda. Esses brinquedos ajudam os cães que ficam sozinhos em casa.

Dica 3 – Seu cheiro é importante       

Se puder, deixe uma camiseta sua com ele. O seu cheiro ajudará seu pet a não se sentir tão sozinho.

Dica 4 – Cuidado, seu pet é como uma criança

Tenha muito cuidado e atenção com aqueles brinquedos que soltam partes, como pelúcias e ossos. Caso ele se engasgue com um pedaço do objeto, você não estará por perto para ajudar. Tire da zona de visão os objetos frágeis e também fios. Desligue os equipamentos eletrônicos das tomadas para o caso dele mastigar. O ideal é que você consiga delimitar um espaço, consequentemente, você reduzirá os riscos dele se machucar.

Dica 5 – Espere!

Quando você voltar para casa, espere alguns minutos antes de fazer aquela famosa e esperada “festinha”. Caso abra a porta já passando a mão nele, fazendo carinho e pegando-o no colo, ele ficará esperando todos os dias por esse carinho, ou seja, muito ansioso pela sua volta. Chegue em casa, troque de roupa, procure agir normalmente e só então faça uma festinha para o seu cão. Nós sabemos que é tentador, mas você estará fazendo o melhor para ele, acredite.

Dica 6 – Fique atento com o tapetinho

Caso o seu bichinho seja um filhote, ele deve ficar preso em uma área restrita enquanto ainda não estiver habituado à nova casa, à rotina de ficar sozinho e com as necessidades no tapetinho ou no jornal. Saiba qual a melhor opção para o momento do xixizinho do seu pet no nosso blog sobre o tema: tapetinho x jornal.

Com essas superdicas você ajuda a diminuir a ansiedade da separação quando seu cachorro precisa ficar sozinho em casa durante muito tempo.